XXX DOMINGO DO TEMPO COMUM


LEITURA I Jer 31, 7-9


Leitura do Livro de Jeremias
Eis o que diz o Senhor: «Soltai brados de alegria por causa de Jacob, enaltecei a primeira das nações. Fazei ouvir os vossos louvores e proclamai: ‘O Senhor salvou o seu povo, o resto de Israel’. Vou trazê-los das terras do Norte e reuni-los dos confins do mundo. Entre eles vêm o cego e o coxo, a mulher que vai ser mãe e a que já deu à luz. É uma grande multidão que regressa. Eles partiram com lágrimas nos olhos e Eu vou trazê-los no meio de consolações. Levá-los-ei às águas correntes, por caminho plano em que não tropecem. Porque Eu sou um Pai para Israel e Efraim é o meu primogénito».
Palavra do Senhor.




LEITURA II Hebr 5, 1-6

Leitura da Epístola aos Hebreus
Todo o sumo sacerdote, escolhido de entre os homens, é constituído em favor dos homens, nas suas relações com Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados. Ele pode ser compreensivo para com os ignorantes e os transviados, porque também ele está revestido de fraqueza; e, por isso, deve oferecer sacrifícios pelos próprios pecados e pelos do seu povo. Ninguém atribui a si próprio esta honra, senão quem foi chamado por Deus, como Aarão. Assim também, não foi Cristo que tomou para Si a glória de Se tornar sumo sacerdote; deu-Lha Aquele que Lhe disse: «Tu és meu Filho, Eu hoje Te gerei», e como disse ainda noutro lugar: «Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedec».
Palavra do Senhor.




EVANGELHO Mc 10, 46-52


Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
Naquele tempo, quando Jesus ia a sair de Jericó com os discípulos e uma grande multidão, estava um cego, chamado Bartimeu, filho de Timeu, a pedir esmola à beira do caminho. Ao ouvir dizer que era Jesus de Nazaré que passava, começou a gritar: «Jesus, Filho de David, tem piedade de mim». Muitos repreendiam-no para que se calasse. Mas ele gritava cada vez mais: «Filho de David, tem piedade de mim». Jesus parou e disse: «Chamai-o». Chamaram então o cego e disseram-lhe: «Coragem! Levanta-te, que Ele está a chamar-te». O cego atirou fora a capa, deu um salto e foi ter com Jesus. Jesus per¬guntou-lhe: «Que queres que Eu te faça?». O cego respondeu-Lhe: «Mestre, que eu veja». Jesus disse-lhe: «Vai: a tua fé te salvou». Logo ele recuperou a vista e seguiu Jesus pelo caminho.
Palavra da salvação.



ORAÇÃO DOS FIÉIS 

1. Pelos fiéis de todas as paróquias da nossa Diocese,
para que não impeçam os cegos de chegar a Jesus,
mas sejam eles próprios a conduzi-los até Ele,
oremos.
 
2. Pelos que exercem o ministério sacerdotal,
para que nenhuma fraqueza humana os desanime
e sejam sempre compreensivos como Cristo,
oremos.
 
3. Pelo povo de Israel e pelos seus chefes,
para que recordem as palavras dos profetas
e não esqueçam as promessas da Escritura,
oremos.
 
4. Pelos órfãos, os abandonados e os cativos,
e por aqueles que já perderam toda a esperança,
para que Deus Se lhes revele em plenitude,
oremos.
 
5. Pelos fiéis desta assembleia e de todas as outras,
para que, no meio das angústias, clamem com fé:
“Jesus, Filho de David, tende piedade”,
oremos.

Música-litúrgica

Pároco