VIII DOMINGO DO TEMPO COMUM
SANTÍSSIMA TRINDADE 

LEITURA I Prov 8, 22-31 

Leitura do Livro dos Provérbios 
Eis o que diz a Sabedoria de Deus: «O Senhor me criou como primícias da sua actividade, antes das suas obras mais antigas. Desde a eternidade fui formada, desde o princípio, antes das origens da terra. Antes de existirem os abismos e de brotarem as fontes das águas, já eu tinha sido concebida. Antes de se implantarem as montanhas e as colinas, já eu tinha nascido; ainda o Senhor não tinha feito a terra e os campos, nem os primeiros elementos do mundo. Quando Ele consolidava os céus, eu estava presente; quando traçava sobre o abismo a linha do horizonte, quando condensava as nuvens nas alturas, quando fortalecia as fontes dos abismos, quando impunha ao mar os seus limites para que as águas não ultrapassassem o seu termo, quando lançava os fundamentos da terra, eu estava a seu lado como arquitecto, cheia de júbilo, dia após dia, deleitando-me continuamente na sua presença. Deleitava-me sobre a face da terra e as minhas delícias eram estar com os filhos dos homens». 
Palavra do Senhor.



LEITURA II Rom 5, 1-5 

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos 
Irmãos: Tendo sido justificados pela fé, estamos em paz com Deus, por Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual temos acesso, na fé, a esta graça em que permanecemos e nos gloriamos, apoiados na esperança da glória de Deus. Mais ainda, gloriamo-nos nas nossas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz a constância, a constância a virtude sólida, a virtude sólida a esperança. Ora a esperança não engana, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. 
Palavra do Senhor. 



EVANGELHO Jo 16, 12-15 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João 
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Tenho ainda muitas coisas para vos dizer, mas não as podeis compreender agora. Quando vier o Espírito da verdade, Ele vos guiará para a verdade plena; porque não falará de Si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que está para vir. Ele Me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. Tudo o que o Pai tem é meu. Por isso vos disse que Ele receberá do que é meu e vo-lo anunciará». 
Palavra da salvação.




ORAÇÃO DOS FIÉIS 

1. Pela nossa Diocese e cada uma das suas paróquias, 
pelos seus fiéis, catecúmenos e crianças 
e por todos os pais cristãos e seus filhos, 
oremos. 

2. Pelas virgens e monges de vida contemplativa, 
pelos religiosos e religiosas de vida activa 
e pelos acólitos, leitores e catequistas, 
oremos. 

3. Pelos homens condutores de outros homens, 
pelos que se dedicam às artes e à comunicação oral ou escrita 
e pelos que tomam as grandes decisões, 
oremos. 

4. Pelos que nasceram cegos e têm fé, 
pelos que vêem bem, mas não acreditam, 
e pelos que vêem mal os seus defeitos, 
oremos. 

5. Pelos membros da nossa assembleia celebrante, 
pelos que do seu coração só tiram bem 
e pelos que sentem prazer em fazer mal, 
oremos. 

Música-litúrgica

Pároco