XIV DOMINGO DO TEMPO COMUM

LEITURA I Is 66, 10-14c 

Leitura do Livro de Isaías 

Alegrai-vos com Jerusalém, exultai com ela, todos vós que a amais. Com ela enchei-vos de júbilo, todos vós que participastes no seu luto. Assim podereis beber e saciar-vos com o leite das suas consolações, podereis deliciar-vos no seio da sua magnificência. Porque assim fala o Senhor: «Farei correr para Jerusalém a paz como um rio e a riqueza das nações como torrente transbordante. Os seus meninos de peito serão levados ao colo e acariciados sobre os joelhos. Como a mãe que anima o seu filho, também Eu vos confortarei: em Jerusalém sereis consolados. Quando o virdes, alegrar-se-á o vosso coração e, como a verdura, retomarão vigor os vossos membros. A mão do Senhor manifestar-se-á aos seus servos.
Palavra do Senhor.
 


LEITURA II Gal 6, 14-18 

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Gálatas 

Irmãos: Longe de mim gloriar-me, a não ser na cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. Pois nem a circuncisão nem a incircuncisão valem alguma coisa: o que tem valor é a nova criatura. Paz e misericórdia para quantos seguirem esta norma, bem como para o Israel de Deus. Doravante ninguém me importune, porque eu trago no meu corpo os estigmas de Jesus. Irmãos, a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com o vosso espírito. Amen.
Palavra do Senhor.  



EVANGELHO – Forma longa Lc 10, 1-12.17-20 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas 

Naquele tempo, designou o Senhor setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. E dizia-lhes: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao dono da seara que mande trabalhadores para a sua seara. Ide: Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias, nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho. Quando entrardes nalguma casa, dizei primeiro: ‘Paz a esta casa’. E se lá houver gente de paz, a vossa paz repousará sobre eles; senão, ficará convosco. Ficai nessa casa, comei e bebei do que tiverem, que o trabalhador merece o seu salário. Não andeis de casa em casa. Quando entrardes nalguma cidade e vos receberem, comei do que vos servirem, curai os enfermos que nela houver e dizei-lhes: ‘Está perto de vós o reino de Deus’. Mas quando entrardes nalguma cidade e não vos receberem, saí à praça pública e dizei: ‘Até o pó da vossa cidade que se pegou aos nossos pés sacudimos para vós. No entanto, ficai sabendo: Está perto o reino de Deus’. Eu vos digo: Haverá mais tolerância, naquele dia, para Sodoma do que para essa cidade». Os setenta e dois discípulos voltaram cheios de alegria, dizendo: «Senhor, até os demónios nos obedeciam em teu nome». Jesus respondeu-lhes: «Eu via Satanás cair do céu como um relâmpago. Dei-vos o poder de pisar serpentes e escorpiões e dominar toda a força do inimigo; nada poderá causar-vos dano. Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem; alegrai-vos antes porque os vossos nomes estão escritos nos Céus».
Palavra da salvação.  


ORAÇÃO DOS FIÉIS


1. Pelo nosso Bispo N. , pelos presbíteros e diáconos,
pelos trabalhadores que o Pai envia para a sua seara
e por aqueles de que a nossa Igreja de N. precisa, 
oremos.
 
2. Por todas as nações e seus governos,
pelos homens que promovem o bem comum
e pelos que lutam sem descanso pela paz, 
oremos.
 
3. Pelos que ainda não conhecem Jesus Cristo,
pelos que recebem os mensageiros do Evangelho
e por aqueles que recusam escutá-los, 
oremos.
 
4. Pelos idosos da nossa comunidade (paroquial),
pelos jovens que estudam ou trabalham
e pelas crianças deficientes e seus pais, 
oremos.
 
5. Pelos cristãos que se gloriam na cruz de Cristo,
por aqueles para quem ela é um escândalo
e pelos defuntos que a abraçaram com amor, 
oremos.




Música-litúrgica

Pároco