XXXI DOMINGO DO TEMPO COMUM


LEITURA I Sab 11, 22 – 12, 2 

Leitura do Livro da Sabedoria
Diante de Vós, Senhor, o mundo inteiro é como um grão de areia na balança, como a gota de orvalho que de manhã cai sobre a terra. De todos Vos compadeceis, porque sois omnipotente, e não olhais para os seus pecados, para que se arrependam. Vós amais tudo o que existe e não odiais nada do que fizestes; porque, se odiásseis alguma coisa, não a teríeis criado. E como poderia subsistir, se Vós não a quisésseis? Como poderia durar, se não a tivésseis chamado à existência? Mas a todos perdoais, porque tudo é vosso, Senhor, que amais a vida. O vosso espírito incorruptível está em todas as coisas. Por isso castigais brandamente aqueles que caem e advertis os que pecam, recordando-lhes os seus pecados, para que se afastem do mal e acreditem em Vós, Senhor.
Palavra do Senhor. 




LEITURA II 2 Tes 1, 11 – 2, 2 

Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo  aos Tessalonicenses
Irmãos: Oramos continuamente por vós, para que Deus vos considere dignos do seu chamamento e, pelo seu poder, se realizem todos os vossos bons propósitos e se confirme o trabalho da vossa fé. Assim o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo será glorificado em vós, e vós n’Ele, segundo a graça do nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo. Nós vos pedimos, irmãos, a propósito da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo e do nosso encontro com Ele: Não vos deixeis abalar facilmente nem alarmar por qualquer manifestação profética, por palavras ou por cartas, que se digam vir de nós, pretendendo que o dia do Senhor está iminente.
Palavra do Senhor.  



EVANGELHO Lc 19, 1-10 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, Jesus entrou em Jericó e começou a atravessar a cidade. Vivia ali um homem rico chamado Zaqueu, que era chefe de publicanos. Procurava ver quem era Jesus, mas, devido à multidão, não podia vê-l’O, porque era de pequena estatura. Então correu mais à frente e subiu a um sicómoro, para ver Jesus, que havia de passar por ali. Quando Jesus chegou ao local, olhou para cima e disse-lhe: «Zaqueu, desce depressa, que Eu hoje devo ficar em tua casa». Ele desceu rapidamente e recebeu Jesus com alegria. Ao verem isto, todos murmuravam, dizendo: «Foi hospedar-Se em casa dum pecador». Entretanto, Zaqueu apresentou-se ao Senhor, dizendo: «Senhor, vou dar aos pobres metade dos meus bens e, se causei qualquer prejuízo a alguém, restituirei quatro vezes mais». Disse-lhe Jesus: «Hoje entrou a salvação nesta casa, porque Zaqueu também é filho de Abraão. Com efeito, o Filho do homem veio procurar e salvar o que estava perdido».
Palavra da salvação.
  


ORAÇÃO DOS FIÉIS 

1. Para que a Igreja de Deus e os que a servem
estejam prontos a acolher os pecadores
e a ajudá-los a converter o coração,
oremos. 
 
2. Para que os rejeitados e malvistos por alguém
encontrem sempre quem os acolha como irmãos
e os ajude a refazer as suas vidas,
oremos. 
 
3. Para que todos os que se deixam perturbar
pelo pensamento do fim do mundo ou da morte
reencontrem a serenidade e a paz,
oremos.
 
4. Para que as famílias da nossa comunidade (paroquial)
saibam acolher com a alegria de Zaqueu
os estrangeiros, os que estão de passagem e os mais pobres,
oremos.
 
5. Para que todos os nossos defuntos,
a quem Deus concedeu o dom da fé,
recebam no Céu a eterna recompensa,
oremos.

Música-litúrgica

Pároco