A nova sede do agrupamento 370 de Porto de Mós do Corpo Nacional de Escutas, vai ser inaugurada no próximo dia 1 de Dezembro deste ano de 2017.

Trata-se de um sonho e de uma luta que agora vê a vitória e a luz do dia. Finalmente os escuteiros vão ter uma sede. As instalações que usavam numas arrecadações atrás da "Casa do Povo" não ofereciam as melhores condições para a realização das atividades escutistas, nomeadamente por causa de humidade resultante de constantes infiltrações e ainda outras questões de salubridade e de dificuldade de acesso.

Logo no princípio da vinda do Padre José Alves para a paróquia de Porto de Mós como pároco, este na visita às instalações ficou surpreendido com tais condições. Na altura o agrupamento de Porto de Mós era o maior da região escutista da diocese de Leiria-Fátima contando com um efetivo de cerca de 150 jovens e crianças escuteiras. Mas não tinha quase nenhumas instalações capaz de albergar as os seus escuteiros e os seus responsáveis nas atividades por eles desenvolvidas. Por isso, o pároco disse de imediato que era necessário construir uma sede nova. E este objectivo, que já era um objectivo constante do agrupamento, pautou a procusa incessante pela busca de um lugar apropriado para a construção da sede.

A hipótese mais viável que se afigurou foi construir uma nova sede de raiz pensada e adaptada diretamente para as actividades escutistas no terreno da casa paroquial com o acesso pela Rua Mestre de Aviz e pela Trav. do Barão. O projecto foi realizado e aprovado e as obras iniciaram no verão de 2014.

Três anos depois e mais de 120.000 euros investidos a obra esá quase terminada. Sabemos que irao faltar muitos acabamentos mas queremos fazer coincidir a data da inauguração com a data do 45 aniversário do agrupamento. Contudo, neste mês que falta para a inauguração, muitos trabalhos serão finalizados e as salas estarão prontas para as actividades do agrupamento. Os alumínios estão colocados. As pinturas serão feitas dentro de dias, as salas forradas com placas de madeira, a eletricidade e equipamento de detecção de incêndios e de segurança estarão instalados. O município comprometeu-se a fazer a ligação de esgotos e da água a tempo da inauguração. Ficará a faltar os arranjos exteriores e a maioria dos trabalhos a serem feitos na cave.

Mas o agrupamento está de parabéns por esta obra. Depois de muitas festas para angariação de fundois, muitos "S.Pedros" e algum desespero prolongado, finalmente, a obra concretizou-se.

Muito esforço e muita ousadia. Uma palavra de muitos parabéns aos chefes, os atuais e muitos que passaram pelo agrupamento  e que que lutaram por este sonho durante décadas. Também uma palavra para pais e muitos escuteiros que contribuiram direta ou indiretamente para esta obra. Ao Município de Porto de Mós e outras entidades que deram materiais e variadíssimos apoios.

Chegou a hora. E mais uma vez se concretizou o que o poeta Fernando Pessoa disse "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce."

P. José Alves


Música-litúrgica

Pároco