Put your ad code here

Dia 1 de Dezembro 2017 - Dia de Festa para os escuteiros de agrupamento nº 370 do CNE de Porto de Mós.

O agrupamento comemorou os seus 45 anos de existência. Mas, para além desta data já assinalável por si, o agrupamento inaugurou a sua sede acabadinha de construir. Os martelos, os berbequins, os alicates, serras e fios elétricos ainda andavam por lá, escondidos à pressa para o solene momento tão ansiado da inauguração.

Era um desejo de uma vida, dizia o chefe "Lays" chefe do agrupamento no momento da inauguração. Só com muito trabalho que começou há mais de uma década, é que foi possível esta construção.

Esta sede foi um sonho que se tornou possível nos últimos anos pela conjugação de vários factores desde o  melhoramento das acessibilidade na zona, a disponibilidade do espaço, a motivação dos escuteiros, chefes do agrupamento, colaboração dos pais e familiares entre outros.

Seguiu-se o projecto que foi realizado por uma arquitecta local que se dedicou em conseguir o que se poderia enquadrar melhor para o uso escutista. Assim, esta sede foi construida de raíz para este fim. Trata-se de uma construção muito linear e simples com cinco salas, cada uma para as quatro secções do escutismo, a saber: lobitos, exploradores, pioneiros e caminheiros. A restante sala é dedicada para a chefia. Todas as salas tem o acesso para uma varanda exterior comum pelo que evita ter que passar por espaços intermédios até às salas. Também cada sala tem uma casa com sanitários para que cada secção seja responsável pelo uso e limpeza de cada uma delas.

Todas as salas tem um pé direito muito alto com janelas em dois níveis para que cada secção, caso assim entenda, poderer fazer construções elevadas dentro da própria sede e criar dois pisos utilizáveis nas reuniões e actividades escutistas.

Por fim, dado o desnível do terreno, foi construída uma cave ampla que será utilizada para arrumação e, sobretudo, para acantonamentos, fogos de conselho e outras actividades que exija um espaço amplo e de dimensões generosas.

O total da obra terá um custo de cerca de 160.000 euros, mesmo com alguns materiais doados e muitos trabalhos feitos pelos próprios escuteiros. Claro que a obra ainda não está totalmente paga mas dois terços do valor já está liquidado, graças ao empenho do agrupamento nas festas de S. Pedro que há tantos anos revertem para este objectivo.

O momento da inauguração foi feito com muita solenidade resultado da emoção e da alegria pela obra que agora tinham diante deles.  A cerimónia começou às 15:00h com uma saudação de cada secção que cantaram o seu hino diante da sede. Depois o páropo e assistente do agrupamento fez a benção lendo um texto de reflexão de Baden Powel sobre a importância de acreditar em Deus e o bom resultado que é fazer a Sua vontade que evita as "más acções" e promove a feitura das "boas acções" tão importantes na dinâmica escutista. Depois disso, enquanto os escuteiros catavam a "Flôr da fragância", o pároco passou em cada sala abençoando-as e aspergindo água-benta.

O presidente do município, o chefe regional do CNE, o assinstente e o chefe do agrupamento descerraram um painel de azuleijo comemorativo deste momento.

Terminou a cerimónia com a intronização da "nova chefe do agrupamento", Nª Senhora de Fátima cuja imagem foi oferecida por uma das mãe dos escuteiros para ser colocada em lugar apropriado na sede.

Seguiu-se a visita das novas instalações. por parte dos escuteiros presentes, pais amigos e muitas outras pessoas. A terminar este momento, os caminheiros plantaram uma árvore de fruto, romanceira,  nas traseiras da nova sede que ficará como a árvore de estimação deste agrupamento.

Seguiu-se uma sessão solene no cine-teatro de Porto de Mós em que se fez um historial do agrupamento, trocaram-se muitas recordações dos antigos escuteiros presentes e muitas outras palavras emocianas.Terminou esta sessão com a apresentação do novo chefe do agrupamento e a nova equipa da direcção do mesmo agrupamento.

Todos os escuteiros estão de parabéns, bem como pais, familiares instituições privadas e públicas que contribuiram para este momento.

Badem Powel disse aos escuteiros para deixarem o mundo um pouco melhor do que o encontraram. É para isso que esta sede irá ser útil e esperemos que todos os escuteiros, os actuais e os futuros possam ter sempre presente esse mandato de Baden Powel e saberem aproveitar ao máximo a obra que agora construiram.

Algumas fotos dos momentos vividos neste dia:











Música-litúrgica

Pároco